Entremeado

Meu corpo já não reconheço.
Nem a face no espelho.
Nem as palavras que saem da minha boca.
Nem aquelas que já não saem mais.


Minhas atitudes já não são mais minhas.
Como também não são meus os sonhos.
E se me pergunto não ouço respostas.
E se me procuro não encontro ninguém.


No espelho quebrado do armário
Já não sei quem eu vejo.
Desejo e medo nos olhos.
Na alma apenas segredos.


Sem destino eu sigo sozinho.
Sem saber quem eu sou.
Morrendo a cada amor.
E renascendo com a dor.


***


Eu parto.Quem sabe um dia volte.Quem sabe não volte mais.
Vou procurar outras estradas.Procurar outros sinais.
Aqui escritos tem dois anos da minha vida.Momentos intensos que deixaram saudades.
E ao ler o passado, ao lembrar do que foi, tenho certeza do que me tornei.
Certeza de ter tomado as escolhas certas.
Obrigado a todos.
Obrigado por terem me ajudado a ser quem hoje sou.
O buscador de estrelas, seguidor de palavras.
O Daniel na cova dos Leões.



Escrito por Daniel Henrique às 13:13:58
[] [envie esta mensagem]



lágrimas

Choro.As lágrimas escorrem.Não por medo.Não por tristeza.As lágrimas caem pelo passado.Saudade é o que sinto.Saudade do que acabou.Choro.Quantos caminhos?Quantas escolhas ainda teremos?Somos o que escolhemos?Sinto que ainda posso sentir.Ainda posso chorar.E as lágrimas me mostram que ainda posso amar.Mesmo que o passado.Mesmo que distante.As lágrimas mostram que posso ser feliz.



Escrito por Daniel Henrique às 18:23:46
[] [envie esta mensagem]



Princesa das trevas

Eu me apaixonei.
Ela era diferente das outras, era especial.
Eu apenas mais um bobo.
Mais um bobo apaixonado.
Ela não me amava, mas eu me apaixonei.
Ela não me olhava, mas eu para ela olhei.
Sofri.
Como sempre sofro.Como sempre tolo por acreditar.
Eu, simplesmente sempre me deixando levar.
Ela, bela como só ela, me fez desmoronar.
Eu me apaixonei.
Ela indiferente dentre todas que eu pude amar.
Eu era o único bobo que se pode enganar.
Eu, apenas mais um garoto pensando ser herói.
Ela, sozinha me espera.
Princesa das trevas que só me faz chorar.

Escrito por Daniel Henrique às 17:03:32
[] [envie esta mensagem]



Beijo

Ele me beijou ardentemente.
Não pediu, me roubou.
Não era pecado, não era crime, nem tinha dor.
Ele me beijou sem saber quem eu era.
Sem saber se desejava.
Ele me beijou.

Seu corpo tocou o meu como madrugada quente.
Sua pele arrepiou.

Ele me beijou
E agora o beijo dele é também o gosto da minha alma.
Ele me beijou e eu beijei também
Intensamente desejando mais do que um beijo.

Suas mãos fizeram de mim brinquedo.
Sua voz de mim seu escravo.
Me enlouquecendo em seus abraços.

Ele me beijou enfeitiçando.
Seus olhos hipnotizaram sem saber.
Ele se despede no horizonte.
Me beijando e fugindo sem me ter.

Escrito por Daniel Henrique às 15:38:38
[] [envie esta mensagem]



Uma Outra Estação

É hora de organizar o coração.
Jogar as coisas velhas fora, deixar a lembrança.
Mudar de rotina, fazer novos planos, buscar novos amores.
É hora de recomeçar.
Mais uma vez.
As pessoas seguiram outros caminhos.
A vida seguiu um novo rumo.
E tudo mudou.
É hora de saber o que realmente se deseja.
É hora de se desapegar do passado.
Hora de tentar, mesmo que o medo seja grande.
A saudade seja forte.
Mas é preciso saber a hora de continuar, pois o mundo não para.

***

Achava tão estranho na ficção quando começava uma nova fase de alguma série ou desenho, alguns personagens saiam da trama mesmo fazendo tanto sucesso.
Hoje sei que na vida real também é assim.
A ficção imita a vida real.
Só resta viver.

Escrito por Daniel Henrique às 19:45:01
[] [envie esta mensagem]



Quantos amanhaceres para te encontrar?

Dê um passo a frente das ilusões que persegue.


Dê um passo a frente do drama por não atingir seus objetivos.


Dê um passo a frente de si mesmo e veja que há outra realidade além da sua.


***


Minha vida é toda diferente da sua.


Não pode me julgar.


Me conheça antes.Pelo menos tente.


To fazendo 19 anos.


e consegui muito até aqui, sozinho...me esforcei...e to aqui.


Sobrevivi.




Escrito por Daniel Henrique às 23:27:21
[] [envie esta mensagem]



!

Tanto tempo que não escrevo

Tanto tempo que não faço nada.Parece que a vida é tão vazia, parece que falta muita coisa.

Dia 31 de outubro, falta uma semana pros meus 19 anos.

Me sinto tao idiota, tao garoto.Queria ser igual a todo mundo.

TO me sentindo sozinho, depressivo, sei eu lá...hoje não to pra poeta...to pra desabafar...

E pra que escrever se ninguem vai ler?

to cansado de tudo...cansado de tudo...Cansado de mim.Cansado de ser tao estupido ,de acreditar nas pessoas, de acha rque tenho algum amigo, de acreditar que um dia algo vai dar certo...Ja nem sei quem sou...vesti tantos personagens...que me perdi dentro deles...virei algue mvazio..sem conteudo...sem vida...

E um idiota por desabafar aqui...nem amigos eu tenho pra isso...

algum dia eu volto pra escrever...qnd sentir vontade...um dia tudo volta para o seu lugar...

 

 



Escrito por Daniel Henrique às 23:43:45
[] [envie esta mensagem]



Maurício - Legião Urbana

Já não sei dizer se ainda sei sentir
O meu coração já não me pertence
Já não quer mais me obedecer
Parece agora estar tão cansado quanto eu
Até pensei que era mais por não saber
Que ainda sou capaz de acreditar
Me sinto tão só
E dizem que a solidão até que me cai bem
Às vezes faço planos
Às vezes quero ir
Pra algum país distante
Voltar a ser feliz

Já não sei dizer o que aconteceu
Se tudo que sonhei foi mesmo um
sonho meu
Se meu desejo então já se realizou
O que fazer depois
Pra onde é que eu vou?
Eu vi você voltar pra mim
Eu vi você voltar pra mim
Eu vi você voltar pra mim...



Escrito por Daniel Henrique às 11:41:52
[] [envie esta mensagem]



Sensação

Nem sei por onde começar.

Eu estava ali.

Ela também.

Aconteceu.

Ela me ganhou por sua beleza exterior.

E depois pela interior.

Não pensei duas vezes em agarra-la.

Quando eu vi já era tarde, ou melhor, já era cedo ( umas seis da manhã ).

Eu comi.

E foi bom.

Comia de novo se pudesse.

Só preciso de uma desculpa.

Afinal a caixa de bombons era o presente da minha mãe.



Escrito por Daniel Henrique às 22:42:18
[] [envie esta mensagem]



UM ANO DE BLOG - MUDARAM AS ESTAÇÕES

Meu nome?
Daniel Henrique Garcia.
Esse é o meu mundo, louco e insano, meus pensamentos se misturam com tudo que é vida, desde a simples poesia até a triste morte.
Aqui o amanhã é sempre diferente do hoje.

Aqui é o meu lugar, pois eu sou o Daniel, e quero saber se você está pronto para entrar na Cova Dos Leões.


 

Em um ano tudo mudou.

Mais do que em toda a minha vida.

Provei a dor da morte.

E também a dor da vida.

Conheci o que nunca imaginei existir.

Lutei contra mim e venci.

Fui dois.

Sentido e razão.

Prazer e dor.

Luz e escuridão.

Senti a intensidade do prazer.

Conheci a dor do amar.

O ciúme do perder.

E a solidão do viver.

Em um ano tudo mudou.

Tentei entender a razão.

Tentei lutar contra o sentir.

Tentei fugir.

Em um ano tudo mudou.

O que ficou foi a saudade do passado.

A incerteza do futuro.

E o presente insano.

Que me faz ter certeza de que tudo mudou.

E como mudou.

 

>><<>><<>><<

 

Um ano de blog.Obrigado todos.



Escrito por Daniel Henrique às 08:37:35
[] [envie esta mensagem]



[ ver mensagens anteriores ]


Meu perfil
BRASIL, Sudeste, CAMPINAS, Homem, de 15 a 19 anos


Histórico
01/04/2007 a 07/04/2007
28/01/2007 a 03/02/2007
24/12/2006 a 30/12/2006
19/11/2006 a 25/11/2006
05/11/2006 a 11/11/2006
29/10/2006 a 04/11/2006
18/06/2006 a 24/06/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
12/03/2006 a 18/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
15/01/2006 a 21/01/2006
27/11/2005 a 03/12/2005
30/10/2005 a 05/11/2005
16/10/2005 a 22/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
24/07/2005 a 30/07/2005
12/06/2005 a 18/06/2005
29/05/2005 a 04/06/2005
17/04/2005 a 23/04/2005
10/04/2005 a 16/04/2005
27/03/2005 a 02/04/2005
20/03/2005 a 26/03/2005
13/03/2005 a 19/03/2005


Categorias
Todas as mensagens
Citação


Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
Fada Azul
Foda-se essa merda toda